III Encontro Científico da Clínica Mastocentro

Outubro foi o mês escolhido para se realizar práticas educativas sobre o câncer de mama, considerado o mais comum na mulher. De grande impacto social,  envolve gastos públicos elevados no mundo inteiro,  exigindo estratégias políticas e leis para garantir seu rastreio, diagnóstico, tratamento e seguimento. É fonte de incansáveis discussões e pesquisas, sempre na tentativa de comprovar que estamos indo no caminho certo e a enfrentando com as melhores armas.

Escolhemos a data de 29 de setembro de 2017 para receber o mês de outubro com nosso já tradicional evento, o III Encontro Científico da Clínica Mastocentro, realizado no Hotel Bourbon, na cidade de Joinville. O evento teve participação de diversas áreas médicas como: ginecologia e obstetrícia, cirurgia oncológica, oncologia, radiologia, radioterapia e anestesiologia, além dos mastologistas da região.

Como palestrantes, o renomado Dr. Jorge Villanova Biazús (RS) e a brilhante Dra. Linei Augusta Dellê Urban (PR) nos brindaram com aulas sobre o que já possuímos de melhor para testilhar o câncer de mama e forneceram algumas pinceladas do que o futuro possivelmente nos trará.

Exames Modernos

A triagem para câncer de mama mudou. Os mamógrafos cada vez mais modernos e digitais, já deixaram a mamografia analógica parecendo “retrô” e aparelhos de ultrassonografia com mais definição e recursos, como elastografia, quando utilizados em conjunto diminuem drasticamente os falsos negativos. A Tomossíntese tem papel bem definido e com a difusão do C-View, em alguns anos se tornará o método de escolha no rastreio.

Exames como a ultrassonografia automatizada de segunda geração e ressonância magnética fast possuem aplicabilidade internacional em pacientes de alto risco para câncer de mama e junto com a PET/MR (tomografia por emissão de pósitrons com a ressonância magnética de forma integrada e simultânea) poderão fazer parte do hall de exames de rastreio em casos especiais no futuro.

Testes Genéticos

Contamos ainda com importantes aliados, os testes genéticos. Os exames permitem identificar um grupo de risco e assim conseguimos dar atenção redobrada para esta população que tem um risco vitalício alto e atuar com práticas cirúrgicas e terapêuticas redutoras de risco.

Diagnóstico do Câncer de Mama

Apó o diagnóstico, o tratamento cirúrgico mamário também evolui a passos largos, tornando-se mais conservador e poupador. Quando possível, podem ser preservados mais pele, mais subcutâneo e mais linfonodos. Podemos manter a papila e aréola em mais casos. Diminuíram as margens necessárias para segurança oncológica e comprovaram isso com estudos. Nos casos em que há necessidade de mastectomia, lançamos mão de próteses anatômicas de ótima qualidade e de técnicas clássicas de reconstrução com retalhos cutâneos.

O futuro da Mastologia é instigante e impressionante. Vislumbramos uma possível redução no número de mutilações, como já vem sendo. Idealizamos um futuro de prevenção, diagnóstico precoce e tratamentos mais conservadores.

Quanto ao uso de toda essa nova tecnologia e ciência no serviço público, existe um abismo. Sabemos que sua aplicabilidade é incompatível em curto prazo, porém sempre se agrega um pouco do que temos a oferecer no serviço privado, essa é a grande importância da nossa atualização constante.

Para os colegas mastologista desejamos um Outubro Rosa que estimule ricas discussões, que agregue conhecimento,  educação da população e consolide nosso papel de mastologistas em todas as fases do combate ao câncer de mama.

Equipe Mastocentro

Departamento de Mastologia da Sociedade Joinvillense de Medicina.

 

Outros conteúdos

Novas perspectivas no tratamento dos Tumores Luminais.

Confira os artigos sobre o tema da nossa Reunião de Agosto Overall survival according to type of surgery...

Manejo das pacientes portadoras de mutações genéticas

Confira os artigos sobre o tema da nossa Reunião de Julho. BRCA Mutations and Breast Cancer...

Senado aprova obrigatoriedade de seguro saúde cobrir quimioterapia oral

O Senado Federal aprovou o Projeto de Lei (PL) 6.330/2019, de autoria do senador Reguffe (Podemos-DF), que...