Você sabia que amamentar reduz o risco de desenvolver câncer de mama?

Além de ser um ato de amor, amamentar resulta em vários benefícios – não só para a criança, mas também para a mãe. Considerado um alimento completo, o leite materno protege o bebê de doenças, proporciona um melhor desenvolvimento de sua arcada dentária e aumenta os laços afetivos entre a mãe e seu filho. Além disso, amamentar ainda reduz as chances de a mulher desenvolver câncer de mama.

O mecanismo que ativa essa proteção ainda não foi elucidado por completo, entretanto, hipóteses indicam que durante o tempo do aleitamento, as taxas hormonais da mãe sofrem uma redução, o que é benéfico ao organismo da mesma.

Amamentar por um período prolongado é considerado um fator de proteção contra o câncer de mama. De acordo com um estudo publicado em 2002, com a participação de mulheres de 30 nacionalidades distintas, a probabilidade de contrair a doença é reduzida 4,3% a cada 12 meses de duração da amamentação (independente da idade da mãe).

Com o objetivo de conscientizar sobre a importância deste ato, agosto foi eleito o mês do aleitamento materno (Agosto Dourado) e, entre os dias 1 e 7, é celebrada a Semana Mundial da Amamentação.

Para saber mais sobre o tema, acesse o site da Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação (Waba).  

 

Outros conteúdos

Novas perspectivas no tratamento dos Tumores Luminais.

Confira os artigos sobre o tema da nossa Reunião de Agosto Overall survival according to type of surgery...

Manejo das pacientes portadoras de mutações genéticas

Confira os artigos sobre o tema da nossa Reunião de Julho. BRCA Mutations and Breast Cancer...

Senado aprova obrigatoriedade de seguro saúde cobrir quimioterapia oral

O Senado Federal aprovou o Projeto de Lei (PL) 6.330/2019, de autoria do senador Reguffe (Podemos-DF), que...